A técnica da Prova do Laço é muito útil no estadiamento clínico e na conduta nos casos de suspeita de dengue.
Por mais simples que seja o procedimento, muitos profissionais por falta de preparo o fazem de forma incorreta, produzindo  resultados errôneos. Com o aumento de casos de dengue em nosso país e considerando este procedimento de fácil realização segue abaixo o modo correto de realizar este procedimento.


Procedimento:

A prova do laço deve ser realizada na triagem, obrigatoriamente, em todo
paciente com suspeita de dengue que não apresente sinal de alarme e/ou choque
e nem apresente sangramento espontâneo. A prova do laço deverá ser repetida no
acompanhamento clínico do paciente apenas se previamente negativa.

Passo a passo:
  • Verificar a pressão arterial e calcular o valor médio pela fórmula (PAS + PAD)/2; por exemplo, PA de 100 x 60 mmHg, então 100 + 60 = 160, 160/2 = 80; então, a medida de pressão arterial é de 80 mmHg.
  •  Insuflar novamente o manguito até o valor médio e manter durante cinco minutos nos adultos e três minutos em crianças.
  • Desinsuflar o ar do manguito e desenhar um quadrado com 2,5 cm no local de maior concentração de petéquias. Contar o número de petéquias no quadrado;
  • prova do laço será positiva se houver 20 ou mais petéquias em adultos e 10 ou mais em crianças. 
Atentar para o surgimento de possíveis petéquias em todo o braço, antebraço, dorso das mãos e nos dedos.
Se a prova do laço se apresentar positiva antes do tempo preconizado para adultos e crianças, ela pode ser interrompida.
A prova do laço, frequentemente, pode ser negativa em pessoas obesas e durante o choque.

Realizar prova do laço na ausência de sinais de choque, de sinais de alarme e de sangramentos espontâneos.

Algumas observações:
- A prova do laço serve para avaliar FRAGILIDADE CAPILAR  e  não dá o diagnostico de Dengue. Ela ajuda no estadiamento clínico e conduta clínica.
- Repetindo, se o paciente já está com sangramento (epistaxe, sangramento espontâneo, gengivorragia) NÃO é necessario fazer a prova do laço, visto que já está sangrando.
- NÃO se trata de PAM (PRESSÃO ARTERIAL MÉDIA), mas  sim de VALOR MÉDIO.


link para download :Video-Aula
link para download : [infograma] Diagnóstico e condutas em casos suspeitos de dengue
link para download : [livro] Degue - Diagnóstico e manejo Clínico

Postar um comentário

  1. Anônimo14:35

    Blog muito pertinente...de grande relevância..falar sobre prevenção, é falar de saúde...
    Gostaria de informações para adquirir os cadernos de atenção básica, tenho um grande interesse.
    Desde já, agradeço

    ResponderExcluir
  2. Anônimo16:44

    Hoje sem dúvida é necessário que as pessoas tenham aceeso a inforamação sobre prevenção em saúde e o Blog passa a informação!

    ResponderExcluir
  3. Anônimo13:04

    adorei essas informações pois estou estudando e o meu professor incentivou pra que nos estejamos atualizado nos assuntos que será do nosso cotidiano de trabalho na área da saúde.

    ResponderExcluir
  4. Anônimo13:25

    bom revisar os textos antes de publicar.
    Erros de Português gritantes.

    ResponderExcluir
  5. Anônimo08:50

    Esse teste é para qualquer tipo de dengue?

    ResponderExcluir
  6. Anônimo14:20

    Qualquer dengue? desde que não tenha hemorragia (epistaxe, sangramento espontaneo, gengivorragia). Se já está sangrando não precisa de fazer!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo10:41

      Comentário perfeito. Muitas pessoas não se atentam sobre isso. Seja já está sangrando, já existe fragilidade capilar. Portanto não é necessário fazer.(h)

      Excluir

 
Top